EPISTEMOLOGICAL CONCEPTS FOR TEACHER DEVELOPMENT IN VIRTUAL ENVIRONMENTS AND IN THE TEACHING–LEARNING PROCESS FOR VISUALLY IMPAIRED STUDENTS

Elmara Pereira de Souza, Claudia Pinto Sena, Claudia Vivien Carvalho de Oliveira Soares

Abstract

The purpose of this paper is to reflect upon the teacher development process in a virtual learning environment as well as to link this process to the teaching–learning contexts of visually impaired students. In this perspective, the paper addresses two objectives which, although distinct, are connected by the same theoretical–epistemological reference, pointing to language as an essential tool through which individuals constitute themselves as historical and cultural subjects. The conclusions tend to show that the formation of teachers in virtual learning environments may favor the construction of new knowledge based on dialogic and collaborative network communication. In this sense, it is possible to build a construction space of the senses for the visually impaired in learning processes utilizing educational strategies which also allow for dialogues and the construction and diffusion of knowledge.

References

  1. Almeida, M. E, 1996. Informática e Educação. Diretrizes para uma formação reflexiva de professores. Dissertação de mestrado Programa de pós-graduação e educação: supervisão e currículo. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.
  2. Araújo, E. S., Moura, M. O., 2008. Contribuições da teoria histórico-cultural à pesquisa qualitativa sobre formação docente. In PIMENTA, S. G, FRANCO, M. A. (org). Pesquisa em Educação. Possibilidades investigativas/formativas da pesquisa-ação. São Paulo. Editora Loyola.
  3. Axt, M., 2000. Tecnologia na educação, tecnologia para a educação - um texto em construção. In Revista Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, UFRGS.
  4. Bakhtin, M., 1979. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec.
  5. ____________., 2000. Estética da Criação Verbal. São Paulo, Martinz Fontes.
  6. Barros, D. L. P., 1999. Dialogismo, polifonia e enunciação. In BARROS, D. L. P e FIORIN, J. L. (orgs) Dialogismo, polifonia, intertextualidade em torno de Bakhtin. São Paulo: EDUSP.
  7. Bezerra, P., 2005 Polifonia. In RAIT, B. (org.). Bakhtin, conceitos-chave. São Paulo. Contexto.
  8. Brait, B., 2001. A natureza dialógica da linguagem: formas e graus de representação dessa dimensão constitutiva. In FARACO, C. A; TEZZA, C.; CASTRO, G. (orgs). Diálogos com Bakhtin. Curitiba: Editora UFPR.
  9. Franco, M. A. S., 2008. Pesquisa-ação e prática docente: articulações possíveis. In Pimenta, S. G, Franco, M. A. (org). Pesquisa em Educação. Possibilidades investigativas/formativas da pesquisa-ação. São Paulo. Editora Loyola.
  10. Freire, P., 1997. Professora sim, tia não - Cartas a quem ousa ensinar. São Paulo. Loyola.
  11. Gadamer, HG, 1997. Verdade e método: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Editora Vozes, Petrópolis.
  12. Heidegger, M., 2003. A Caminho da linguagem. Tradução de Márcia Sá Cavalcante Schuback. Petrópolis, RJ: Vozes; Bragança Paulista, SP: Editora Universitária São Francisco.
  13. Hernández, F. e Ventura, M., 1998. A organização do currículo por projetos de trabalho. Tradução Jussara Haubert Rodrigues. 5 ed. Porto Alegre: Artes Médicas.
  14. Jobim e Souza, S e Kramer, S (orgs.)., 2003. Histórias de Professores. Leitura, Escrita e Pesquisa em Educação. São Paulo, Editora Ática.
  15. Josso, MC., 2004. Experiências de Vida e Formação. São Paulo. Cortez.
  16. Kincheloe, J., 1997. A formação do professor como compromisso político. Mapeando o pós-moderno. Porto Alegre. Artes Médicas.
  17. Mamede, S.; Penaforte, J., 2001. Aprendizagem Baseada em Problemas: anatomia de uma nova abordagem educacional. Fortaleza: Hucitec..
  18. Maturana, H., 2002. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Editora UFMG.
  19. Macedo, R. S., 2000. A etnopesquisa crítica e multirreferencial nas ciências humanas e na educação. Salvador: Edufba.
  20. Monteiro, S. B., 2008. Pesquisa-ação e produção de conhecimento na formação docente. In PIMENTA, S. G, FRANCO, M. A. (org). Pesquisa em Educação. Possibilidades investigativas/formativas da pesquisaação. São Paulo. Editora Loyola.
  21. Moraes, M. C., 1999. Novas Tecnologias para o uso das tecnologias da informação na educação. In FAZENDA, I. et al. Interdisciplinaridade e novas tecnologias. Campo Grande/MS. Ed. UFMG.
  22. Morin, E., 1999. Ciência com consciência. 3.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.
  23. Morin, E., 2003. A Necessidade de um Pensamento Complexo. In MENDES, C. (org). Representação e Complexidade. Rio de Janeiro. Editora Garamond Ltda.
  24. Nóvoa, A., 1995. Os Professores e sua Formação. Lisboa: Dom Quixote.
  25. Pimenta, S. G. (org), 1999. Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo. Cortez.
  26. Pimenta, S. G., Anastasiou, L. G., 2002. Docência no Ensino Superior. São Paulo. Cortez.
  27. Santos, D. M. B, Pinto, G. R. P. R., Sena, C. P. P., Bertoni, F. C., Bittencourt, R. A., 2007. Aplicação do Método de Aprendizagem Baseada em Problemas no Curso de Engenharia de Computação da Universidade Estadual de Feira de Santana In XXXV Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia. COBENGE 2007. Curitiba - PR, p.2A07-1 - 2A07-14.
  28. Schon, D. A., 2000. Educando o Profissional Reflexivo - um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre. Artmed.
  29. Soares, C.V.C.O. As intervenções pedagógicas do professor em ambientes informatizados: uma realidade a ser construída. Porto Alegre: UFRGS/FACED/PPGEdu. 2005. Dissertação de Mestrado.
  30. Vygotsky, L. S., 1998. A Formação Social da Mente. São Paulo, Martins Fontes.
  31. _______________, 1993. Pensamento e Linguagem. São Paulo, Martins Fontes.
  32. _______________, 2000. Construção do Pensamento e Linguagem. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo, Martins Fontes.
  33. Wiener, N., 1954. Cibernética e Sociedade: o uso humano de seres humanos. Tradução de José Paulo Paes. 4 ed. São Paulo: Editora Cultrix.
Download


Paper Citation


in Harvard Style

Pereira de Souza E., Pinto Sena C. and Carvalho de Oliveira Soares C. (2010). EPISTEMOLOGICAL CONCEPTS FOR TEACHER DEVELOPMENT IN VIRTUAL ENVIRONMENTS AND IN THE TEACHING–LEARNING PROCESS FOR VISUALLY IMPAIRED STUDENTS . In Proceedings of the 2nd International Conference on Computer Supported Education - Volume 2: CSEDU, ISBN 978-989-674-024-5, pages 29-36. DOI: 10.5220/0002790000290036


in Bibtex Style

@conference{csedu10,
author={Elmara Pereira de Souza and Claudia Pinto Sena and Claudia Vivien Carvalho de Oliveira Soares},
title={EPISTEMOLOGICAL CONCEPTS FOR TEACHER DEVELOPMENT IN VIRTUAL ENVIRONMENTS AND IN THE TEACHING–LEARNING PROCESS FOR VISUALLY IMPAIRED STUDENTS},
booktitle={Proceedings of the 2nd International Conference on Computer Supported Education - Volume 2: CSEDU,},
year={2010},
pages={29-36},
publisher={SciTePress},
organization={INSTICC},
doi={10.5220/0002790000290036},
isbn={978-989-674-024-5},
}


in EndNote Style

TY - CONF
JO - Proceedings of the 2nd International Conference on Computer Supported Education - Volume 2: CSEDU,
TI - EPISTEMOLOGICAL CONCEPTS FOR TEACHER DEVELOPMENT IN VIRTUAL ENVIRONMENTS AND IN THE TEACHING–LEARNING PROCESS FOR VISUALLY IMPAIRED STUDENTS
SN - 978-989-674-024-5
AU - Pereira de Souza E.
AU - Pinto Sena C.
AU - Carvalho de Oliveira Soares C.
PY - 2010
SP - 29
EP - 36
DO - 10.5220/0002790000290036